Com a mãe com câncer, filho deixa cabelo crescer e faz peruca


A luta contra o câncer é algo que marca a vida de qualquer pessoa, não apenas dos portadores da doença, como também dos familiares e amigos, pessoas que se preocupam e amam o enfermo, como é o caso de Matt Shaha, de 27 anos.

A mãe de Matt foi diagnosticada com um câncer no cérebro pela primeira vez no ano de 2003. “Estava no lugar errado e esmagava coisas importantes, então não podia deixá-lo ficar lá”, disse ela ao contar um testemunho da sua vida.

Três anos após a cirurgia, porém, um novo tumor apareceu. Ela voltou a realizar outro procedimento para a remoção do mesmo, seguindo a sua vida após isso, até que em 2017 mais um câncer foi diagnosticado.

Da última vez, Melanie Shaha, mãe de Matt, fez radioterapia e tratamento farmacológico, a fim de impedir o crescimento do tumor. Felizmente, de fato, o câncer diminuiu.

Queda de cabelo

Comum nos pacientes que fazem tratamento contra o câncer, Melanie também teve queda de cabelo. No seu caso, porém, a eliminação dos fios foi permanente, o que a obrigava a conviver com isso.

“Cerca de três meses após a radiação, todo o meu cabelo começou a cair, o que eu não sabia que aconteceria. E o médico disse que não iria voltar”, disse a mãe. “Quando você usa um chapéu em todos os lugares, você se destaca. Não me importo de estar doente, mas me importo muito de parecer doente.”

Foi nessa época que Matt, então, resolveu tomar uma atitude. Ele disse que deixaria o seu cabelo crescer, para depois cortar e fazer uma peruca para a mãe. Dois anos depois, os fios atingiram um tamanho suficiente para ser cortado.

Como resultado, Melanie ganhou uma peruca com os cabelos do filho, idênticos aos que ela tinha antes do tratamento. “A bondade, compaixão e sacrifício de Matt foram realmente espetaculares. Ele demonstrou muito amor e preocupação”, declarou a mãe para a Newsnation.





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.