‘Estamos na maior colheita já vista’, diz evangelista no Paquistão


Pregar o Evangelho em locais ainda não alcançados pela obra missionária, incluindo nações hostis como a maioria do Oriente Médio, é um desafio considerável. Mesmo assim, um evangelista que recentemente esteve no Paquistão, afirma que o momento é decisivo.

“Há muita fome nas pessoas. Eu realmente creio que estamos no meio da maior colheita que este mundo já viu”, declarou o evangelista Chris Mikkelson, que ao lado da esposa, Amanda, tem pregado ao redor do mundo como afiliado ao ministério Cristo para Todas as Nações.

No Oriente Médio, onde o cristianismo representa 2% da população ou menos, ele pregou ao longo dos últimos dois anos para, aproximadamente, um milhão de pessoas, que ouviram sobre Jesus Cristo através de campanhas evangelísticas marcadas por curas e milagres.

“Parece que foi ontem que eu e a Amanda começamos este ministério pela fé, com nada além de uma palavra de Deus para ir”, disse ele, de acordo com informações do portal pentecostal Charisma News.

Recentemente, Mikkelson realizou sua 16ª cruzada no Paquistão, onde seu ministério tem realizado um trabalho intenso: “É o lugar que Deus queria que eu fosse. Foi assim que Jesus conduziu Seu ministério e o apóstolo Paulo também. É sempre melhor ser obediente ao Senhor e Ele lhe dará grande sucesso”, declarou.

A cruzada mais recente de Mikkelson e sua equipe ocorreu na cidade de Dijkot, na província de Punjab, onde mais de 76 mil pessoas aceitaram Jesus no calor do deserto, segundo o evangelista.

A alta temperatura no local – chegou a 47°C no começo da noite, e quando ele começou a pregar, às 21h30, ainda estava a 40°C – não foi empecilho para que dezenas de milhares comparecessem para ouvir a mensagem do Evangelho.

Em 30 cruzadas diferentes, o evangelista Mikkelson viu mais de 1,7 milhão de pessoas aceitarem Jesus, e agora ele e sua equipe planejam voltar ao Paquistão em setembro e novembro para grandes cruzadas evangelísticas em que esperam ver outras milhares de pessoas entregando suas vidas a Jesus.

“Quando somos obedientes à direção de Deus, Ele usa a nossa vida e faz dela um sucesso, e Deus não pode falhar”, encerrou.

Assine o Canal





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.