Ex-viciada em filmes adultos agora prega o “Deus de restauração”


Se libertar do vício em filmes adultos é o desejo de muitas pessoas que vivem escravizadas por esse tipo de conteúdo. Thirza van der Neut sabe exatamente o que isto significa, pois ela passou a maior parte da sua vida lutando contra esse mal, até que conseguiu a libertação mediante o poder de Deus.

Vítima de abuso sexual aos 8 anos, Neut passou toda a sua adolescência, até os 18 anos, viciada em filmes adultos. Ela disse que chegou a sofrer com depressão e ideação suicida devido à exposição ao conteúdo.

No entanto, foi aos 18 anos, durante um acampamento cristão, que o seu processo de libertação teve início. “Pastores profetizaram que eu libertaria outros da pornografia. Naquele momento, eu não conseguia compreender essas palavras porque ainda não estava livre”, disse ela.

“Vários anos depois, entro nesse chamado e acabei de concluir o curso para pessoas que desejam ser libertadas”, contou a jovem, hoje uma teóloga de 22 anos. Desde então, Neut passou a ajudar outras pessoas com o mesmo tipo de problema que ela teve.

Em suas abordagens, ela busca explicar os efeitos nocivos dos filmes adultos no cérebro humano. “A pornografia dá uma dose muito alta de dopamina. Tão alta, que outros momentos de felicidade não podem mais competir. Você precisa de mais e mais dopamina para chegar ao mesmo nível de felicidade”, explica a teóloga.

Assim como uma droga convencional, segundo Neut, os filmes adultos também provocam uma espécie de tolerância cada vez maior aos absurdos, fazendo com que o viciado queixa se expor a conteúdos chocantes.

“Você precisa de imagens cada vez mais intensas e é por isso que é uma escala. É um verdadeiro vício”, diz a jovem. Felizmente, Neut conclui dizendo que independentemente da circunstância, há libertação em Jesus Cristo.

“A vergonha afeta sua autoimagem. Mas essa vergonha pertence ao inimigo. Ele quer que você pense: ‘Este é quem eu sou’. Mas, a ação é um pecado, você é um filho de Deus. A pornografia não tem a última palavra, Jesus tem”, disse ela ao Revive.

Por fim, Neut conclui dizendo que a libertação exige decisão e o pedido de ajuda para outras pessoas. “Deus é um Deus de restauração. Um dia Ele fará tudo novo. Mas, Ele quer começar agora”, diz ela.

“Ele tem um futuro promissor para você. E Ele usa tudo para o bem. Basta olhar para mim: eu era viciada e agora posso ajudar os outros a encontrar a liberdade. Encontre pessoas para falar sobre isso.”

Acesso a filmes adultos entre os cristãos é uma realidade não discutida nas igrejas

Assine o Canal





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.