Safadão é denunciado por ‘erotização infantil’ após vídeo com filha


O cantor de forró Wesley Safadão foi denunciado por erotização infantil devido ao vídeo publicado nas redes sociais em que aparece ao lado da filha, Ysis, de apenas 8 anos, cantando e dançando uma música de forte teor sexual.

A deputada federal Eliza Virgínia (PP) fez uma representação contra o cantor no Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH): “Isso não pode acontecer e enquanto eu estiver como política estarei denunciando coisas como essa”, disse a parlamentar.

A letra da música não deixa margens de dúvida sobre o real sentido da letra: “Ai, vida, ai, vida, ai vida, Bota de red de melancia, pra novinha, com gin que tu vai [sic] ver p******. Chama as amiguinha (sic), o baile vai ferver! Só quem é gostosa levanta a mão”.

No refrão, a irresponsabilidade ganha contornos criminosos: “Vai sentando, novinha, sentando”.

Na denúncia, a deputada Eliza Virgínia afirma que a música representa “evidente erotização infantil, que fere o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), quando, no art. 3º, estabelece que a criança e o adolescente gozam de todos os direitos fundamentais inerentes à pessoa humana, sem prejuízo da proteção integral”.

Maria Mello, coordenadora do programa Criança e Consumo do Instituto Alana, também citou o ECA ao criticar a atitude do artista, de acordo com informações do portal Pleno News:

“A exposição da imagem de crianças, de forma geral, pode violar o direito da criança à preservação da sua imagem. Como também se trata de uma produção musical, portanto, um produto comercial, é possível falar em uma exploração econômica da imagem da criança, violando-se os artigos 4º e 5º do ECA”, disse Maria Mello, acrescentando que, no Brasil, o termo “novinha” é o mais pesquisado nos sites de filmes adultos.

A atriz e youtuber Antonia Fontenelle usou as redes sociais para expressar repúdio ao vídeo de Wesley Safadão ao lado da filha: “Presta bem atenção no que vou lhe dizer aqui, isso não é pessoal. Sou fã do artista que você é. E eu tenho um sonho, de um dia ter artistas queridos como você, fazendo coro comigo nessa luta contra a erotização infantil”, introduziu.

“Sua voz tem alcance, visto seus milhões de seguidores, esse vídeo com sua filha inocente é um desserviço e põe no lixo toda a minha luta e a luta de todo aquele que se importa com os inocentes que sofrem violência sexual há cada segundo neste país”, acrescentou a atriz.

Fontenelle, em seguida, fez uma pergunta óbvia ao artista: “Se você queria divulgar sua música com letra de baixo calão, porque que você não convidou sua mulher pra rebolar e cantar junto sua música reverenciando a pu*****? Sua mulher é linda, influencer, adulta… Pense com carinho em tudo que acabei de lhe escrever, reveja isso aí, não por mim, mas pelos seus filhos primeiramente, pelos filhos dos seus amigos, pelos filhos dos seus fãs”.





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.