Atleta cristã derruba recorde mundial 4 vezes: ‘Toda glória a Deus’


A atleta cristã Sydney McLaughlin superou seu próprio recorde ao registrar o tempo de 50,68 segundos e, na primeira entrevista concedida após a prova, rendeu “toda glória a Deus”.

Sydney McLaughlin disputou o Campeonato Mundial de Atletismo em Eugene, nos EUA, e registrou um novo recorde mundial na prova de 400 metros do atletismo na última sexta-feira, 22 de julho.

Essa é a quarta vez, nos últimos 13 meses, que ela supera o recorde mundial. Em agosto do ano passado, inclusive, venceu a prova nas Olimpíadas de Tóquio.

“Terei que começar dizendo ‘toda a glória a Deus’. Nos últimos dias me preparando para esta corrida, Hebreus 4:16 esteve em minha mente – vindo com ousadia ao Seu trono para receber misericórdia e graça. E acho que Ele realmente me deu forças para fazer isso hoje, então toda a glória vai para Deus”, declarou a corredora em entrevista à NBC Sports.

“Vindo para esta corrida, eu só queria ir lá e atacar a coisa toda. Bobby [Kersee, seu treinador] e eu treinamos para isso o ano todo e queríamos executar. Os últimos 100 [metros] foram muito ruins, mas estou muito grata por isso e estou grata por esse tempo e por trazer uma medalha para a equipe dos EUA”, acrescentou a atleta.

Os recordes que Sydney McLaughlin vêm quebrando são expressivos: nos Jogos Olímpicos, estabeleceu o tempo de 51,46, o que rendeu a ela a medalha de ouro. Entretanto, antes disso ela havia conseguido 51,90 nas provas classificatórias dos EUA para as Olimpíadas dos EUA.

Com o novo recorde, Sydney é a primeira mulher a completar a corrida em menos de 51 segundos, mas não está satisfeita, pois acredita que poderia ter completado a prova ainda mais rápido:

“Honestamente, pensamos que poderíamos ir um pouco mais rápido. Mas estamos super agradecidos com esse tempo; qualquer coisa abaixo de 51 segundos era uma vitória para nós. Apenas sabemos que há mais para empurrar e há mais a ser tirado disso. Então, sinceramente, estou super agradecida por hoje”, reiterou.

De acordo com informações da emissora Christian Broadcasting Network (CBN News), mudanças podem estar a caminho em breve para a atleta: “Tudo é possível”, disse ela, acrescentando que, no momento, está se dedicando a “confiar no processo e dar glória a Deus”.

Em setembro do ano passado, ela havia feito um desabafo pessoal, afirmando que sofre rejeição por ser cristã: “Tenho sido muito cautelosa em como me comporto, nas coisas que publico porque quero glorificar Deus e quero ser um bom exemplo para as pessoas, mas nosso mundo só aceita a ignorância”.

Quando glorificou a Deus por suas conquistas esportivas, a atleta cristã enfrentou hostilidades: “As pessoas rejeitam a verdade. Eu sei que eles não estão me rejeitando. Eles estão rejeitando Jesus, que vive em mim. Tudo bem, mas estou apenas sendo honesta, tipo, às vezes minha carne tem um problema com isso”.

Assine o Canal





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.