Missionários usam alfabetização para levar ‘o amor de Jesus’


A perseguição religiosa na Índia é uma das mais acirradas do mundo, com o país ocupando a 10ª colocação no ranking mundial da organização Portas Abertas. Diante deste cenário, missionários têm utilizado as mais diversas estratégias de evangelismo, incluindo a alfabetização.

Apesar de ser um dos países do BRICS, grupo que compõe os grandes mercados emergentes do planeta, como o brasileiro, a Índia possui uma população onde há registro de extrema pobreza e analfabetismo, o que terminou virando uma oportunidade para os missionários.

Segundo a Mission Network News, além do ensino básico de escrita, leitura e matemática, os evangelistas também dão aulas de finanças pessoais, higiene, nutrição, desenvolvimento de pequenas empresas e até de agricultura familiar.

A ideia, entretanto, é mostrar que a ação social é só uma consequência natural do amor de Jesus Cristo, meio pelo qual a Palavra de Deus é anunciada, também, por meio da assistência humana.

“O objetivo todo realmente é apresentar às pessoas o amor de Jesus e mostrar quem Ele é e o que Ele fez por elas”, disse Erik, um dos missionários que integram o projeto, citando a passagem bíblica contida em  João 10.10, onde está escrito: “Jesus disse: Eu vim para que tenham vida, e vida em abundância.”

“Na Mission Índia, nos concentramos numa transformação completa daqueles a quem servimos”, explicou o representante dos missionários, afastando algumas ideias de que a pregação do Reino de Deus apresenta apenas uma perspectiva espiritual e futura.

Para Erick, o amor de Deis se mostra, também, nas atitudes humanas, como através da solidariedade. “Jesus cuidou para que as pessoas aguardassem a eternidade, mas que também tivessem uma vida plena aqui na Terra”, disse ele.

Por fim, o missionário acredita que apesar de todas as ações serem importantes, a alfabetização tem sido mais significativa, visto que a leitura permite uma expansão maior do conhecimento, como o da Palavra de Deus.

“Buscamos gerar um impacto na vida das pessoas em todos os nossos programas, mas principalmente em nossas aulas de alfabetização para adultos”, conclui.





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.