Feliciano condena filme que encena morte de Bolsonaro: ‘Covarde’


Recentemente, viralizou nas redes sociais as cenas de um filme onde um atentado contra a vida do presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (PL), é encenado. A gravação causou revolta entre os apoiadores do governo e políticos aliados, como o pastor e deputado federal Marco Feliciano (PL).

Feliciano escreveu um texto para condenar a gravação, produzida pelo cineasta esquerdista Ruy Guerra. Para o parlamentar, este foi “o ato mais covarde e vil dos últimos tempos já divulgado”, visto que “sabemos que pessoas desajustadas se inspiram nessas sandices para pôr em ação atos violentos e agressões contra o chefe máximo da nação.”

Em 2018, durante um ato de campanha em Juiz de Fora, Bolsonaro foi alvo de um atentado à faca, sendo golpeado gravemente na barriga pelo ex-militante do Partido Socialista e Liberdade (PSOL), Adélio Bispo.

O então candidato à Presidência foi socorrido e levado à urgência, conseguindo sobreviver. Contudo, ele já passou por mais de cinco cirurgias desde então, devido às sequelas do ataque.

Feliciano também apontou a forma omissa com que grande parte da imprensa e dos opositores ao governo tratam a incitação à violência contra o presidente, lembrando que, por muito menos, bolsonaristas já foram alvos de medidas judiciais por supostos “ataques à democracia”.

“Espero pela reação das autoridades do judiciário que, diligentemente prenderam e exilaram jornalistas conservadores por críticas a seus membros. Aguardo também a reação da grande imprensa que, em seu silêncio, admite apoio implícito a esses atos contra o presidente Jair Bolsonaro”, criticou Feliciano, no Pleno News.

Apoio de Anitta

Marco Feliciano também reagiu recentemente ao apoio anunciado pela cantora Anitta ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Conhecida, além da música, pelas expressões xulas e, agora, por defender a legalização da maconha, o pastor disse que a artista e o petista “se merecem”.

“Os iguais se juntam. Como uma pessoa que advoga a liberação das drogas não apoiaria um ex-presidiário que acha que quem rouba celular não é bandido? Se merecem!”, disparou o pastor nas suas redes sociais.

“Já que pensam a mesma coisa sobre liberação das drogas, do aborto e sobre proteção a meliantes, acho que ela deveria se filiar ao partido”, concluiu Feliciano.

Anitta pede que Lula legalize as drogas e pastores alertam: ‘Querem afundar o Brasil’

Assine o Canal





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.