Por cachê de R$ 95 mil, Justiça cancela show de Anderson Freire


O cantor gospel Anderson Freire é mais um entre os artistas brasileiros que, agora, precisará amargar um cancelamento contratual devido ao valor do seu cachê. Com uma apresentação marcada para 20 de agosto, Dia do Evangélico, ele teve o show cancelado pela Justiça, devido ao valor de R$ 95 mil destinados à atração.

O show de Anderson Freire estava marcado para ocorrer em Canarana, no Mato Grosso, mas a juíza Anela Maria Janczeski Góes acatou uma ação popular, impetrada pelo advogado Rafael Costa Rocha, que pediu o cancelamento da apresentação.

Na ação, o advogado argumentou que o valor gasto para o cachê do cantor gospel violaria o princípio da moralidade e eficiência da administração pública, considerando as condições atuais do município.

Segundo informações do portal Metrópoles, vigora em Canarana um decreto de emergência, assinado pelo prefeito Fábio Faria (União Brasil), em decorrência dos “altos índices de doenças como dengue, zika, arboviroses e o aumento de contaminados pela covid-19, o que exige atenção especial em dobro do Poder Executivo à saúde pública.”

Cantor respeitado

Anderson Freire é um dos maiores nomes da música gospel brasileira na atualidade. O cantor acumula sucessos como “Raridade”, que alavancou a sua carreira também no meio secular.

Recentemente, o cantor evangélico teve um vídeo viralizado nas redes sociais, onde ele aparece cantando e orando por policiais militares, enquanto tocava um piano elétrico. Os agentes de segurança foram às lágrimas e a gravação recebeu milhares de visualizações.

“Senhor, meu Deus e meu Pai, nós queremos orar nessa manhã, nesse momento, onde não programamos isso que está acontecendo, não estamos vivendo uma ocorrência que a gente recebeu uma chamada, mas estamos socorrendo uns aos outros, porque o Senhor marcou esse encontro para um abraço, uma palavra, um muito obrigado, Deus”, afirmou o cantor em oração. Assista neste link.





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.