Casas para missionários em recesso são construídas por casal


Um casal com estreito envolvimento com missões no próprio país e no exterior ao longo de anos recebeu uma inspiração divina para construir uma casa de apoio para missionários que estivessem de passagem ou em um intervalo entre viagens ministeriais.

Mike e Susan Phillips, muitas vezes, ficaram entristecidos por saber que muitos missionários e suas famílias passavam necessidade para encontrar lugar onde ficar quando voltavam do exterior para os Estados Unidos.

Nos muitos relatos ouvidos pelo casal, esses missionários constantemente se deparavam com a notícia de que não havia casas disponíveis ou os locais que encontravam estavam em más condições.

Uma família relatou ficar em uma casa onde as camas fornecidas estavam em tão mau estado que a família preferiu dormir no chão.

Aflitos por saberem dessa necessidade, o casal começou a pedir a Deus que lhes mostrasse uma maneira de ajudar. Eles originalmente pensaram que poderiam encontrar uma casa para comprar que pudessem oferecer aos missionários sem pagar aluguel.

Entre o verão e o outono de 2019 no hemisfério norte, eles procuraram uma casa para comprar, mas não conseguiram encontrar nada que atendesse à necessidade, segundo informações do portal Baptist Press.

Inspiração divina

No dia 25 de janeiro de 2020, um domingo, Mike estava no culto da Cross Church Pinnacle Hills Campus e teve o que chamou de uma combinação entre um momento de Neemias e Noé.

Ele disse que não ouviu uma única palavra do sermão naquele dia depois que Deus falou com ele e lhe deu uma visão clara e específica: “Deus disse que uma casa não é suficiente. Ele disse que você vai construir 10 casas em 10 anos, e você vai fazer isso sem dívidas. Ele me disse que havia um desenvolvedor de terra na igreja que seria nosso parceiro […] Ele também disse que colocaria as pessoas em nossas vidas na ordem em que precisássemos delas para completar o projeto. Ele disse que teríamos zeladores que viveriam no local, especificamente na casa 4 ou 5, e que eles não receberiam salário para administrar o terreno”.

Mike Phillips conta que Deus também lhe disse para dar a César o que lhe era devido, e nada mais, e ele interpretou esta última parte como uma instrução para iniciar uma empresa sem fins lucrativos, para que qualquer pessoa que desejasse doar também pudesse obter uma redução de impostos.

Ele mal podia esperar para conversar com sua esposa depois do culto e compartilhar o que Deus havia revelado a ele. Acontece que Susan também recebeu uma mensagem de Deus com três palavras – “riacho, montanha e comunidade” – mas ela não tinha ideia do que tudo isso significava.

Mike disse a ela que sabia o que isso significava e então compartilhou com ela o que ele ouviu Deus dizer a ele naquele dia. O casal imediatamente foi trabalhar pesquisando terrenos para comprar.

‘Riacho, montanha e comunidade’

Eles sabiam que a tarefa não seria fácil devido ao crescimento e desenvolvimento contínuos no noroeste do Arkansas. Eles estavam procurando por um terreno com 30-70 acres (medida equivalente a 120 mil e 280 mil metros quadrados), que tivesse beleza natural, ravinas, vales e, claro, um riacho.

E eles gostariam que estivesse localizado a uma distância razoável das concentrações urbanas. Eles também precisavam que tivesse um preço razoável, pois não tinham parceiros, nem a empresa sem fins lucrativos na época, assim como nenhum empréstimo, pois acreditavam que Deus havia claramente dito a eles para não assumirem dívidas.

Depois de uma longa busca, finalmente encontraram 40 acres de terra (160 mil metros quadrados) por um preço que parecia bom demais para ser verdade. O casal descobriu que a terra estava abandonada há décadas.

Havia um riacho que corria pela propriedade e uma grande colina com um grande platô, uma forma de relevo que se assemelha a uma montanha. Para tornar o terreno acessível, seria necessário construir uma ponte e colocar uma estrada para permitir a construção de casas no topo.

O terreno e o custo da ponte e da estrada significavam que a propriedade era inútil para um grande loteamento ou outro empreendimento, mas era exatamente o que Deus os havia orientado a procurar.

Eles haviam encontrado a montanha e o riacho, e com a provisão contínua de Deus, logo haveria uma comunidade.

Primeiros passos

Eles compraram o terreno em 13 de abril de 2020 e o plano logo se tornou realidade. O Hiding Place Hollow foi iniciado como uma empresa sem fins lucrativos estruturada como manda a lei do estado do Arkansas.

A primeira coisa que fizeram foi levantar os fundos para construir a ponte. Em seguida, foi elaborado um mapa estratégico para mostrar onde cada casa estaria localizada.

Equipes Batistas de Socorro de Desastres do Arkansas, juntamente com muitos outros voluntários, vieram para ajudar a limpar a terra e preparar os locais onde as obras seriam executadas.

A caridade foi capaz de comprar uma casa vizinha, juntamente com mais cinco acres. A casa foi originalmente usada para abrigar voluntários, além de servir como um edifício comunitário temporário.

Esta casa agora serve como residência dos caseiros. O casal faz parte da diretoria da Hiding Place Hollow e, de acordo com a direção original de Deus, eles não recebem salário. Além disso, eles não pagam aluguel, mas são responsáveis por suas próprias utilidades.

Uma segunda casa, Love Home, foi concluída e está aberta e ocupada. Phillips diz que a Cross Church of Northwest Arkansas forneceu o financiamento para a maior parte dessa residência e que uma terceira casa, chamada Joy Home, será inaugurada no início de agosto.

Um membro da Igreja Batista da Grand Avenue de Fort Smith financiou a maior parte da terceira casa, que, quando estiver concluída, será ocupada por missionários que foram forçados a fugir da Ucrânia por conta da invasão russa. Ambas as casas estão atualmente reservadas até 2024.

Mais casas

Em junho, um grupo de 130 voluntários representando sete estados e servindo com o ministério de construção Alabama Baptist Builders passou 10 dias emoldurando a quarta e quinta casas chamadas Paz e Esperança.

De acordo com Mike Phillips, essas casas ainda não possuem 100% do valor necessário para sua conclusão. As janelas estão instaladas, o aquecimento e o ar-condicionado, o encanamento e a eletricidade já tiveram a instalação iniciada.

O telhado de zinco e o revestimento de tábuas Hardie em ambas as casas serão concluídos em breve.

Cerca de US $ 2 milhões em dinheiro e materiais foram doados até este ponto, que foram usados para construir as cinco casas, ponte, jardim de oração e quase 400 metros de estrada que vai até o platô.

Além disso, linhas de água e eletricidade foram instaladas em toda a propriedade. Dos quase US$ 2 milhões que Deus enviou até agora, US$ 375.000 vieram em doações de US$ 2.000 ou menos.

Estão previstas mais cinco casas, além de uma capela e um centro comunitário com apartamentos de um quarto que será usado para abrigar missionários solteiros.

Phillips ressalta que a infra-estrutura está pronta e tudo estará funcionando quando todo o valor necessário for arrecadado. O custo total estimado para concluir o projeto é de US$ 4,5 milhões, mais as despesas operacionais contínuas.

O objetivo da Hiding Place Hollow é “fornecer lares para trabalhadores globais em licença” para que essas famílias experimentem a presença de Jesus e a restauração. O casal confia em Deus para finalizar o projeto.





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.