Marido se converte após anos de orações: ‘Deixe Deus agir’


Poder servir a Deus ao lado do esposo foi algo que a dona Yvonne precisou esperar décadas para conseguir. Felizmente, após inúmeras orações, dedicação, paciência e aprendizado, ela teve o seu desejo atendido e agora compartilha a grande lição.

A idosa é natural da Austrália, mas a sua ascendência é libanesa. Os seus pais foram empresários e desde cedo ela contou que já sentia o desejo de servir a Jesus Cristo. “Sempre senti que tinha um chamado para servir a Deus”, disse ela.

“Aos 16 anos, comecei a dirigir a escola dominical. Mais tarde conheci meu marido Alfred e nos casamos”, completou. Contudo, o seu marido não tinha o menor interesse na vida cristã. Em vez disso, seu grande foco era o trabalho.

Por causa disso, Alfred, que também possuía uma loja em Sidney, capital australiana, abria seu comércio todos os dias, o que impedia Yvonne de ir à igreja. “Senti como se estivesse decepcionando Deus”, lembra a idosa.

“Então aconteceu a cruzada de Billy Graham em 1959 e eu assisti tudo na televisão da loja. Recomecei minha vida com Jesus, tinha lágrimas escorrendo pelo meu rosto e entendi o perdão”, disse ela.

Oração pelo marido

Durante longos anos, Yvonne teve que aprender a confiar na providência de Deus, pois Alfred continuava resistente a se entregar ao Senhor, muito embora ele tivesse passado a respeitar a vontade da sua esposa de frequentar a igreja.

Tudo mudou em 1970, durante um evento evangelístico onde o marido de Yvonne estava lhe acompanhando. “Estávamos sentados no meio de uma longa fila e o prédio estava cheio”, lembra a idosa

“Quando veio o apelo, dei uma cotovelada em Alfred. Em ocasiões anteriores, dei-lhe um empurrãozinho e ele disse que isso o fazia sentar-se com mais força. Mas dessa vez, algo aconteceu com ele”, contou Yvonne.

“Algo o levantou daquele assento e o fez passar por todas aquelas pessoas. Alfred foi em frente e se comprometeu com Jesus. Ele tinha 50 anos na época. Nunca é tarde demais! Daquele dia em diante, ele teve sede de Jesus. Ele queria o que eu tinha”, comemorou.

Diante de tudo o que passou, a idosa extraiu grandes lições e fez questão de compartilhar algumas, segundo o Eternity News. “Achei que estava fazendo tudo certo. Mas um dia (não muito antes da reunião evangelística), percebi que tinha que me arrepender e pedir perdão a Deus”, disse ela.

“Eu tive que deixar Alfred nas mãos de Deus. E Deus trabalhou em sua vida. Isso já faz 50 anos. Mas abrir mão de nossa própria vontade é muito difícil. Acredite, é difícil. Saímos do útero com vontade e continuamos assim. Temos que deixar Deus nos transformar, lentamente”, conclui.

Após oração de esposa, pastor recupera a visão: “Me senti impressionado”

Assine o Canal





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.