Ao converter, hindu é brutalmente espancada, mas não desiste de Jesus


Ocupando a 10ª colocação na lista mundial de perseguição religiosa da Portas Abertas, a Índia é um país perigoso para os cristãos, especialmente os convertidos do hinduísmo, como uma jovem chamada Mehr, que foi espancada brutalmente junto com os seus familiares, mas não desistiu da sua fé em Jesus.

Mehr, cujo nome verdadeiro foi omitido por razões de segurança, se converteu a Cristo após o convite para ir a um culto. “Conheci Jesus como o verdadeiro Curador, o Deus vivo, e entreguei minha vida a Ele”, disse ela à Portas Abertas.

Como resultado disso, a jovem que possui pouco mais de 20 anos compartilhou o evangelho com sua mãe e irmãs, que também vieram a se converter. A notícia da mudança de religião por parte da família, contudo, causou a revolta da comunidade hinduísta em que viviam.

“Mehr e sua família começaram a frequentar a igreja e deixaram os deuses hindus. Fique longe deles.  Ela mudou de religião, deve estar fazendo isso por dinheiro”, disseram os moradores da comunidade.

Espancamento

Por causa dos rumores intolerantes sobre a conversão da jovem, certo dia, quando ela voltava da igreja com a sua mãe e irmãs, foram abordadas por um grupo de hindus. Eles começaram a espancar a família. Quando tentou proteger os seus parentes, Mehr foi alvo de uma violência ainda maior.

“Os agressores começaram a me bater impiedosamente e tentaram me estrangular com um pano. Fiquei inconsciente, um espectador chamou uma ambulância e parou os agressores. Eu estava ferida, sangrando e sofri vários ferimentos em meu corpo”, disse a jovem.

Um morador local chamou socorro e os agressores se evadiram. Mehr foi levada para um hospital, onde encontrou a sua mãe e irmãs igualmente feridas. Os agressores, por causa da influência local, ainda tentaram impedir que elas fossem tratadas, mas a Portas Abertas interviu na situação e conseguiu a transferência de hospital da família.

“Fiquei em choque após o incidente. Tudo desmoronou na minha vida. Eu fiquei fraca e  perdi meu emprego. Eu não falava com ninguém e estava sempre deitada na cama. Eu estava com medo constante de que os atacantes nos procurassem novamente”, disse a jovem.

Atualmente, porém, Mehr está certa de que o fato de ter sido espancada por causa da sua fé em Jesus, apenas lhe fortalece. O seu desejo é ser usada por Deus para continuar espalhando a mensagem da salvação.

“O plano que Deus tem para minha vida é grande. Serei usada para a glória de Deus. Jesus Cristo é tudo para mim”, contou a jovem, segundo a Portas Abertas.





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.