“As portas do inferno não prevalecerão contra família”


A primeira-dama do Brasil, Michelle Bolsonaro, participou da Marcha para Jesus em Brasília, no Distrito Federal, onde discursou para o público presente. Na ocasião, ela defendeu os princípios cristãos e disse que “as portas do inferno” não irão prevalecer contra a família brasileira.

“Declaramos que esta nação é santa, edificada, liberta, curada pelo sangue precioso de Jesus, e as portas do inferno não prevalecerão contra a nossa família”, afirmou a primeira-dama.

Participaram do evento em Brasília outras autoridades, como o governador Ibaneis Rocha (MDB) e os ex-ministros Onyx Lorenzoni e Damares Alves. O presidente da República, Jair Bolsonaro, não esteve nesta edição da capital federal.

Não é a primeira vez em poucas semanas que a primeira-dama faz declarações de esperança e promessas para o Brasil. No dia 25 passado ela também esteve em outra Marcha para Jesus, na ocasião realizada em Balneário Camboriú, Santa Catarina.

A primeira-dama pediu orações pelo país, dizendo que o Brasil possui “promessas de Deus”. O presidente da República também esteve na edição de Camboriú, onde falou para a multidão de apoiadores e cristãos reunida na orla da cidade.

“Orem para que haja libertação, orem para que haja cura, orem para que haja salvação, orem para que haja avivamento no nosso Brasil. A nossa nação é maravilhosa, é próspera, a nossa nação tem promessas do Senhor”, declarou a primeira-dama.

Em Brasília, Michelle Bolsonaro falou em agir contra as “armadilhas”, ligando o trabalho do atual governo a uma reação contra o mal. Já em Santa Catarina, ela disse que enxerga a atual gestão federal como uma “missão” divina.

“Nós não estamos aqui por um projeto de poder, não estamos aqui por status, nós estamos aqui para cumprir uma missão que Deus nos chamou”, declarou a primeira-dama. Assista o vídeo, abaixo:

 





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.