Curry poderia ter sido abortado, disse sua mãe: ‘Deus tinha um plano’


A mãe de Steph Curry, jogador da NBA próximo a disputar uma nova final, revelou em seu novo livro que ela agendou um aborto quando estava grávida dele, mas acabou cancelando a consulta para não interromper a gravidez: “Deus interveio”.

Curry é considerado por muitos o maior arremessador da história da NBA, e possui o recorde na liga para arremessos de 3 pontos. “Deus tinha um plano para aquela criança”, disse Sonya Curry ao podcaster e pastor Luke Norsworthy.

Em quadra, o jogador é conhecido por uma carreira vitoriosa. Quando foi eleito, na temporada 2014-2015 o jogador mais valioso da NBA, em seu discurso ele ressaltou sua fé no “Senhor e Salvador Jesus Cristo” que o abençoou com talento, e a importância de sua família na conquista do sucesso profissional.

O novo livro de Sonya, Fierce Love: A Memoir of Family, Faith, and Purpose (“Amor feroz: uma memória de família, fé e propósito”, em tradução livre), conta a história de sua vida, incluindo a criação de dois filhos que se tornariam jogadores da NBA: Steph Curry, do Golden State Warriors, e Seth Curry, do Brooklyn Nets.

Os fãs de basquete que acompanham a NBA conhecem Sonya como a mãe torcedora que muitas vezes é vista na televisão durante as partidas de seus filhos. Mas a maioria não sabe que o filho mais famoso quase não veio à luz:

“Se eu tivesse passado por isso, não teria havido Wardell Stephen Curry II”, disse ela no podcast, referenciando o nome completo do craque do Golden State Warriors.

O “Espírito”, disse ela, estava “intercedendo naquele momento de uma maneira que eu nem sabia que estava acontecendo”, acrescentou, admitindo que esse seria seu segundo aborto.

“Não quero tomar essa decisão novamente”, disse ela, resumindo suas emoções na época. “’E agora eu só tenho que confiar em Deus para seguir em frente comigo tendo esse filho’. Estou me emocionando ao pensar nisso”, disse ela na entrevista.

Sonya Curry também admitiu que o aborto que ela levou adiante não sai de sua cabeça: “Eu penso na minha primeira situação, e é sempre algo que vai ficar com você. E você só quer saber onde ele ou ela está, o que ele ou ela está fazendo. Eu sei que eles estão no céu – eu acredito que ele ou ela está no céu”.

De acordo com informações do portal Christian Headlines, Sonya declarou que sua fé cristã é o que renova suas forças quando sente vergonha do que fez no passado: “Há consequências para nossas decisões. Mas… não devemos viver com vergonha e julgamento para sempre. […] E a única pessoa que pode realmente nos dar essa paz de espírito é Deus. E Ele está esperando. Ele está lá para fazer isso”, concluiu.





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.