após cantar hino da Harpa Cristã, menina é curada de paralisia


O testemunho de Lindaura Moreira de Figueiredo Santos é uma clara demonstração do poder de Deus diante da fé de uma criança, assim como um exemplo do quanto a herança musical da Harpa Cristã representa um legado de bênçãos para a vida dos evangélicos no Brasil.

Tradicional hinário das Assembleias de Deus, também utilizado por outras denominações protestantes, a Harpa Cristã é, de fato, um patrimônio musical para todos os cristãos que apreciam canções que exaltam a Deus e regam a alma com uma sonoridade única.

Foi lembrando de um hino da Harpa Cristã que Lindaura vivenciou um verdadeiro milagre em sua vida. Após o seu nascimento, ela foi diagnosticada ainda bebê com poliomielite. A doença, também chamada popularmente de “paralisia infantil”, evoluiu de tal modo que a deixou sem andar.

Os pais de Lindaura, André e Josefa Moreira Figueiredo, fizeram de tudo para ajudar a filha, incluindo o tratamento de fototerapia. Os recursos escassos da época não favoreceram e eles não tiveram sucesso, até que um dia tudo mudou por um gesto de fé.

O milagre

Certo dia, quando Lindaura tinha por volta de 3 anos, ela se recusou a ir para mais uma sessão de tratamento contra a sua paralisia. Sem andar, a criança passou a cantar o hino de número 7 da Harpa Cristã, chamado “Cristo cura sim”.

“Cristo cura, sim/ Cristo cura, sim/Seu amor por nós é imenso/ Ele cura, sim!”, diz um trecho da canção. A menina, então, perguntou: “Mãe, Cristo não cura?”. “Virei para minha mãe e pedi para chamar o irmão Zé para orar”, lembra Lindaura.

O irmão Zé era o presbítero da Assembleia de Deus em Bayeux, na Paraíba, onde a família congregava na época. Ele foi até a residência. “Galeguinha (porque eu era loiríssima) você crê que Cristo cura sim? Então vamos orar”, disse ele, segundo a Harpa Cristã.

“Após a oração, o milagre aconteceu. Aleluia! Me lembro disso chorando. Ele olhou para mim e disse: ‘Levanta e anda!’”, lembra Lindaura, hoje com 59 anos. “Nunca mais parei. Naquele dia, Deus me curou da poliomielite! É por isso que eu amo andar e falar de Jesus!”.

Atualmente, Lindaura é missionária, presidente da União Feminina da Confraderj (UFECON) e membro da Assembleia de Deus, juntamente com o seu esposo, pastor Ozéias Moreira dos Santos.





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.