Defendendo visão de Bolsonaro, pastor é eleito vice-presidente da Câmara


Conforme o noticiado pelo GospelMais no dia anterior, o pastor e deputado federal  Lincoln Portela (PL-MG) foi eleito o 1ª vice-presidente da Câmara dos Deputados na quarta-feira, com 232 votos em seu favor. O seu nome foi confirmado após uma disputa interna no Partido Liberal, assim como na própria Casa parlamentar.

Portela substitui Marcelo Ramos (AM), que migrou do PL para o PSD. O pastor venceu na votação interna o deputado Major Vitor Hugo (PL-GO), também apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro.

O pastor, contudo, obteve o apoio da Bancada Evangélica do Congresso, também apoiada pelo presidente da República. Não por acaso, Portela já manifestou um discurso alinhado ao de Bolsonaro acerca das eleições este ano.

“Você, de repente, fazer um questionamento dentro das normas legais, eu não vejo problema nenhum. Os pontos de vista devem ser respeitados, as ideias devem ser respeitadas, tanto pela esquerda, como pela direita, como pelo centro”, disse ele numa entrevista após a sua vitória na Câmara.

“Questionamentos são feitos, temos o livre direito de expressão. Agora, caso aconteça, que seja feito com cristalinidade, da maneira mais correta possível, observando todos os preceitos legais”, defendeu o pastor ao se referir aos possíveis questionamentos durante o período eleitoral.

Segundo o pastor, a reação quanto aos possíveis questionamentos por parte de Bolsonaro “vai depender de como foram feitas as eleições, as denúncias que tiverem ou não, de como foi todo o processo.”

“É toda uma problemática que, por certo, caso aconteça o infortúnio de o presidente perder a eleição, isso tudo é natural que democraticamente se peça uma verificação nesse sentido”, destacou o deputado.

Líder da Igreja Batista Solidária Lincoln Portela deve reforçar o apoio evangélico à reeleição do atual presidente da República. Ele também obteve a chancela do atual presidente da Frente Evangélica na Câmara, o deputado Sóstenes Cavalcanti.





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.