Cristãos ucranianos perseveram e cultuam em meio a bombardeios


A guerra na Ucrânia está perto de completar dois meses de duração, totalizando 60 dias de conflito. Militarmente, se trata de algo que nem os próprios russos imaginavam, pois esperavam tomar a capital do país, Kiev, em poucos dias. Enquanto isso, os cristãos ucranianos também mantém outro tipo de resistência, que é a espiritual.

Mesmo com os ataques russos sendo expandidos para cidades antes consideradas mais seguras, os cristãos ucranianos não recuaram nas orações. É o que acontece na cidade de Lviv. “Não estou com medo porque entendo que minha vida pertence a Cristo”, declarou uma moradora local chamada Arsen Kotenee.

Desafiando todos os riscos e o medo de serem atingidos por mísseis, os cristãos ucranianos mantiveram a rotina de celebrações durante o domingo de Páscoa, no dia 17. Este ano, eles também associaram o significado da ressurreição de Jesus à redenção da Ucrânia perante o poderio bélico da Rússia.

“Temos essa tradição cristã de que Cristo ressuscitou e a Ucrânia também ressuscitará. Acreditamos firmemente que o inimigo cairá e teremos a vitória”, disse Helena, outra cristã ucraniana de Lviv, segundo a CBN News.

A confiança na providência de Deus, por parte dos ucranianos, tem sido determinante para a permanência dos cristãos no país. Os relatos da ação divina são vários, desde a confusão dos inimigos no campo de batalha, até a ajuda humanitária enviada por igrejas de todo mundo.

A união da Igreja cristã nesse momento de conflito também tem sido marcante. Além dos templos, por exemplo, cultos têm sido realizados em porões, abrigos antibombas e em estações de trem.

Arsen Kotenee, membro da  Igreja Primavera da Vida, disse ter recebido uma mensagem de Deus sobre a derrota dos russos. Tecnicamente, a batalha pela capital Kiev já se converteu numa vitória para a Ucrânia, tendo em vista que a Rússia não conseguiu tomar a cidade, sendo obrigada a mudar de estratégia.

“Comecei a orar em meu espírito e recebi esta palavra: ‘A Rússia será derrotada, a Rússia será derrotada. Quando você ouvir todos os perigos, não entre em pânico, ore como um escudo, quando você orar, levante as mãos’”, disse Arsen.





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.