Carnaval adiado leva Globo a amargar prejuízo superior a R$ 200 milhões


O adiamento do carnaval causou prejuízo de aproximadamente R$ 200 milhões à TV Globo, que não conseguiu vender cotas de patrocínio para as transmissões dos desfiles das escolas de samba de Rio de Janeiro e São Paulo.

O carnaval deste ano foi adiado pelas autoridades por conta da variante Ômicron da covid-19, e a realização em abril impôs aos organizadores dos desfiles nos dois estados a adequação à grade de programação da TV Globo, iniciando a transmissão após o Big Brother Brasil, por volta de 23h00.

Como o evento foi reduzido de quatro dias para apenas dois, as empresas que costumam anunciar não viram vantagem em pagar o valor exigido pela emissora da família Marinho por cota de publicidade: R$ 42,2 milhões. Ao todo, a Globo colocou no mercado seis cotas, que somadas dariam R$ 253 milhões.

Até o último final de semana, a Globo havia vendido apenas uma cota para a Ambev, que exibirá a marca da cerveja Brahma, e seguia buscando interessados em adquirir as demais. De acordo com informações dos bastidores de mercado publicitário, existe uma empresa negociando para adquirir uma cota, mas com descontos chamativos.

Parte do fracasso nas vendas é resultado da postura da própria emissora: após fechar 2021 com prejuízo recorde de R$ 173 milhões, a Globo não aceitou reduzir o valor das cotas de publicidade no carnaval, mesmo que o evento em si tenha tido a duração reduzida pela metade.

Outro ponto destacado é que as escolas do Rio de Janeiro não terão o desfile transmitido para São Paulo, e o mesmo acontece com as agremiações paulistas, que não serão mostradas para a audiência carioca, já que os desfiles ocorrerão simultaneamente.

O jornalista Gabriel Vaquer informou no Uol que essa decisão “gerou controvérsia nos bastidores entre diretores das ligas”, que não gostaram do arranjo feito. Essa será a primeira edição dos desfiles de carnaval no período pós-pandemia.

Os desfiles serão apresentados na Globo pelo jornalista esportivo Alex Escobar e a apresentadora do Fantástico, Maju Coutinho, no Rio de Janeiro. Já em São Paulo, os apresentadores de telejornais Chico Pinheiro e Michelle Barros comandarão a atração.





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.