‘O diabo tomou conta daquela noite’


O episódio em que o ator Will Smith deu um tapa no rosto do comediante Chris Rock, durante a celebração do Oscar 2022, continuou repercutindo por vários dias, exatamente como soou o som do tapa nos ouvidos da plateia de celebridades de Hollywood que estava assistindo ao evento.

Na cena polêmica, outro ator que dispensa comentários apareceu para “atuar”, mas não como num cenário de ficção e sim no drama da vida real. Denzel Washington foi até ao encontro de Will para lhe dar um valioso conselho.

Denzel, que vem fazendo questão de manifestar a sua fé cristã em várias declarações para a imprensa, disse a Will: “No seu momento mais alto, tenha cuidado. É aí que o diabo vem atrás de você”, declarou o ator.

A frase foi revelada pelo próprio Will pouco tempo depois. Na ocasião da agressão, o apresentador do Oscar fez uma piada de péssimo gosto coma esposa de Will, Jada Pinkett Smith, que sofre de uma doença chamada alopecia, cujo sintoma é a queda de cabelo.

Por essa razão, Jada raspou a cabeça e terminou sendo alvo de uma piada em pleno palco do Oscar, aos olhos do mundo inteiro.

Will não gostou da situação, tomou as dores da esposa e se dirigiu até Chris Rock, lhe dando um tremendo tapa no rosto. Na sequência ele voltou ao seu lugar, sentou e disse para o comediante não mencionar mais o nome da sua mulher.

Para Denzel Washington, contudo, Will pode ter caído na tentação do diabo ao se deixar tomar pela ira. Ele comentou a situação que vivenciou no Oscar durante uma entrevista para o bisco TD Jakes.

“Existe um ditado: Quando o diabo te ignora, você sabe que está fazendo algo errado. O diabo diz: ‘Oh, não, deixe-o em paz. Ele é o meu favorito’”, disse o ator. “Por outro lado, quando o diabo vem até você, talvez seja porque você está tentando fazer algo certo”, afirmou Washington.

Por esse motivo, o ator acredita que “por alguma razão, o diabo tomou conta daquela circunstância naquela noite.” Apesar de todo o imbróglio criado entre as celebridades, Washington disse que não julgará Will por causa de um momento de fúria.

“Lá, exceto pela graça de Deus, vá qualquer um de nós. Quem somos nós para condenar? Não conheço todos os meandros da situação, mas sei que a única solução era a oração”, disse ele, segundo o Christian Post.





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.