fundador da Hillsong admite problemas e pede perdão


Em uma carta enviada aos membros da Hillsong Church, o pastor Brian Houston afirmou que está pesaroso pelas consequências de suas ações, admitiu alcoolismo e pediu perdão. Fundador da igreja, em 1983, ele deixou o cargo na liderança há pouco mais de uma semana.

Dizendo-se “muito arrependido” pelos erros cometidos, Brian Houston afirmou que a responsabilidade pelos seus atos é única e exclusivamente sua, e expressou seu pesar pelo cenário atual: “Para aqueles impactados diretamente por minhas ações, sinto muito pela dor que causei a vocês”.

O fundador da Hillsong estava afastado de suas funções para se defender em um processo, mas renunciou após investigações da liderança da igreja sobre duas acusações contra ele virem à tona.

Em um dos casos, ele é acusado de ter entrado no quarto de hotel de uma mulher que não era sua esposa sob a influência de álcool. O outro caso envolve mensagens de teor “impróprio”, supostamente enviadas por ele para uma funcionária da igreja, anos atrás.

A liderança da igreja concluiu que Houston havia quebrado o Código de Conduta do Pastor e o confrontou, resultando em sua renúncia. Depois disso, três filiais nos EUA anunciaram que estavam se separando da Hillsong.

Família

Na mesma carta, enviada por e-mail, Brian Houston disse aos membros que sabe que “que desculpas nunca serão suficientes para expressar minha tristeza” pela decepção causada, e acrescentou que sua família também tem sofrido:

“Para minha família maravilhosa, perdoadora e graciosa que eu amo mais do que tudo, odeio magoar vocês. […] Bobbie, aos meus olhos você é a pessoa mais parecida com Cristo, bonita, leal e fiel viva hoje”, disse ele, citando especificamente a esposa.

“Me esmaga ver seu coração se partindo enquanto navegamos nesta temporada, deixando de lado tanto que é precioso para você. Eu amo minha família e me dói profundamente ver você navegando nessas águas”, acrescentou.

Ele e a esposa fundaram a Hillsong Church juntos, em Sydney, Austrália, há 39 anos. O pastor admitiu que sua renúncia “não foi do jeito que eu imaginava que terminaria”, mas que esta “determinado” a dar a volta por cima, pois não quer que seus próprios erros sejam a impressão final de sua jornada, segundo informações do Christian Today.

Alcoolismo

Na carta, Brian Houston também disse que está comprometido em resolver seus problemas com o alcoolismo: “Ao longo de muitos anos de pressão constante, oposição, desafios e ataques, acompanhados por minha turbulência pessoal sobre a maldade de meu pai, muitas pessoas perguntaram ‘Como você continua a se levantar, lidar e seguir em frente?’. E agora sabemos a resposta. Não lidei muito bem”, disse ele.

“Admito abertamente que o álcool não tem sido um amigo e estou determinado a relegá-lo ao meu passado. […] Por favor, tenha certeza, eu aceito total responsabilidade por minhas ações e não tenho ninguém para culpar além de mim mesmo pela posição em que me encontro”.

Contudo, desistir não é algo que ele tenha em mente, garantiu: “Pode levar algum tempo até que vejamos a luz no fim deste túnel, mas sei que Deus ainda não terminou conosco”.





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.