Deus transforma “guerra em avivamento” e milhares aceitam a Jesus


Acreditar que Deus pode transformar vidas e manifestar o seu poder em meio à guerra é algo que os cristãos ucranianos estão tendo a oportunidade de confirmar, na prática. Mesmo com a grande destruição provocada pelos ataques da Rússia, a fé entre os moradores da Ucrânia tem crescido de forma impactante.

Segundo informações do ministério europeu Awakening Europe, cerca de 2 mil pessoas já se entregaram a Jesus Cristo, desde o início do conflito armado. O resultado é fruto de um trabalho de amor e dedicação ao próximo, realizado por evangelistas que vivem na região.

“Vimos as pessoas chorarem enquanto ouvem as Boas Novas sobre Jesus e a esperança que Ele oferece. Deus está transformando cinzas em beleza, luto em alegria e guerra em avivamento”, disse o ministério em sua página no Facebook.

Conforme já noticiado pelo Gospel Mais, o testemunho da Igreja Cristã tem sido fundamental durante a guerra, pois é através dele que muitos ucranianos estão vendo o amor de Cristo por suas vidas. Milhares de templos, por exemplo, dentro e fora da Ucrânia, abriram suas portas para acolher os refugiados.

Quando são acolhidos, os refugiados recebem alimento, abrigo e roupas, mas principalmente o apoio espiritual através de orações. Um um dos casos, um refugiado estava com dores no tornozelo e ficou impressionado quando se viu curado depois de uma simples oração.

“Esse cara aqui estava orando e eu não sei o que ele faz, mas a dor foi embora. Em um minuto, é como um novo [tornozelo]”, disse ele em um vídeo divulgado na página do ministério.

Por causa do risco iminente de ataques com mísseis, os cristãos estão reunidos em sua maioria nos abrigos subterrâneos. São nesses locais que a igreja tem se mantido viva, em oração, servindo uns aos outros e dividindo tudo em comum, como foi no começo do cristianismo.

A Awakening Europe, portanto, acredita no avivamento da Igreja na Ucrânia e pede orações para que Deu confirme os seus propósitos nesse local, apesar das vontades e escolhas dos homens que promovem a guerra.





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.