Após perder o filho, homem usa a fé para acolher vítimas em Petrópolis


O temporal que caiu sobre o município de Petrópolis no dia 15 de fevereiro, no Rio de Janeiro, deixou sequelas profundas na vida de milhares de pessoas, muitas das quais perderam amigos e familiares, como o morador Alex Sandro Condé, que perdeu o filho mais velho, de 18 anos, soterrado pelo mar de lama e destroços que desceu com as chuvas.

No entanto, apesar do grande sofrimento, Alex tem conseguido retirar forças da sua fé em Deus para se manter de pé, bem como para ajudar outras vítimas da tragédia, levando a elas uma mensagem de consolo e salvação através de Jesus Cristo.

Alex disse que Deus passou a lhe fortalecer revelando um propósito em seu coração, através das seguintes palavras: “‘Quem você vê precisando de ajuda, vá ajudar. Estou mantendo você de pé’”.

“Deus está me dando as palavras certas para trazer encorajamento a todas as pessoas que precisam”, disse ele, segundo informações da Associated Press. Evangélico e em luto pela morte do filho, Alex tem conseguido digerir a própria dor ao servir de coluna para outros que também estão sofrendo pela tragédia em Petrópolis.

Além do filho chamado Kaíque, Alex também perdeu o seu irmão, Ivan, que estava com o sobrinho em seu local de trabalho no momento em que houve o deslizamento provocado pelas chuvas em Petrópolis. Ambos foram soterrados.

No dia em que precisou enterrar o seu filho, porém, uma representante do serviço funerário local também foi impactada pelo testemunho de fé de Alex. “Acredito que sua fé, suas orações e sua vontade de ajudar seus semelhantes desamparados como ele o mantiveram forte”, disse Elisângela Gomes.

“Não havia ninguém tão confiante em Deus quanto o Sr. Alex”, completou Elisângela. Falando sobre isso, o morador revela que a força da sua fé vem da total confiança nos propósitos divinos, bem como da paz ao saber que o seu filho foi salvo por Cristo, uma vez que também seguiu os passos do pai, sendo um verdadeiro cristão.

“Meu Deus está me mantendo de pé. Ele… é muito forte”, disse Condé ao se deparar com uma moradora que carregava o que sobrou da sua residência, se prontificando a ajudá-la com o material morro abaixo.

“E quem sou eu para questionar a soberania de Deus? Eu, um mero mortal, que Ele colocou aqui, e vou reclamar ou questionar o que Ele fez? O que o crente precisa ter é a certeza da salvação”, frisou Alex.





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.