Casal cria ministério para alcançar mães solteiras vítimas de abandono


A preocupação com o próximo possui diversas manifestações, visto que às circunstâncias da vida implicam em diferentes dificuldades. Pensando nisso, um casal cristão resolveu criar um ministério para acolher mães solteiras, muitas das quais vítimas de abandono e abusos por parte dos seus ex-companheiros.

Na prática, se trata de um olhar especial voltado para um público que muitas vezes passa despercebido aos olhos da Igreja, além de enfrentar diferentes tipos de julgamentos. É aqui onde ministério Blue Haven Ranch entra em cena.

Criado por um casal cristão de Argyle, Texas, nos Estados Unidos, o ministério nasceu no coração de Aubrey Schlackman há cinco anos. Ela compartilhou com o esposo a ideia e ambos decidiram colocar a ideia sob oração, mas certos de que Deus já estava na causa.

“Essas mães que através de uma enorme variedade de circunstâncias se tornam mães solteiras, ou talvez tenham sido mães solteiras o tempo todo, muitas se encontram grávidas novamente em diferentes situações que podem ser divórcio, abuso, abandono de longo prazo e relacionamentos de curto prazo”, disse Aubrey à CBN News.

Apesar de Aubrey e o seu esposo possuírem experiência em outras áreas da Igreja, ela disse que o trabalho com mães solteiras já pulsava no coração dos dois há algum tempo. “Estivemos envolvidos em diferentes ministérios, mas também temos um grande coração por mães grávidas solteiras há muito tempo”, revelou.

As mulheres que são acolhidas pelo casal compartilham experiências do dia-a-dia, além dos estudos bíblicos e das orações. Elas cozinham, cuidam dos filhos e também aprendem atividades básicas de agricultura, a fim de promover trabalho laboral e saúde mental.

Para o casal acolhedor, essa convivência e troca mútua de experiência também é parte do ministério cristão. “É isso que somos chamados a fazer como seguidores de Cristo – é amar a Deus, amar os outros e fazer discípulos”, disse Aubrey.





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.