Evangelista morto a tiros na frente da esposa e do filho enquanto pregava


Um evangelista foi morto a tiros enquanto anunciava a mensagem do Evangelho, na frente do filho de 2 anos, em um bairro conhecido por altos índices de criminalidade.

Thomas Hand Jr., 37 anos, estava em Montgomery, Alabama (EUA), na companhia da esposa grávida, Christine Kozlowski, e o filho pequeno.

A emissora local WLOX-TV informou que o evangelista morreu no local do crime. Veículos de imprensa ao redor do mundo repercutiram o caso, detalhando que Thomas estava conversando com algumas pessoas no bairro sobre sua fé em Jesus Cristo quando foi atacado.

Durante a conversa, um homem chegou resmungando, se aproximou do evangelista e decidiu abrir fogo. Um jovem de 17 anos chamado Jerimiah Walker teria sido preso e acusado de homicídio doloso.

“O que você disse é verdade”, disse a viúva em uma breve declaração ao portal Daily Mail. “Foi um ato completamente aleatório de violência”.

Grávida do segundo filho do casal, ela usou o Facebook em 23 de janeiro para agradecer a amigos e entes queridos por entrarem em contato e atualizar brevemente as informações sobre o que aconteceu.

“Obrigada por todos os pensamentos e orações durante o falecimento de meu marido Tommy Hand. Sinto o amor e o apoio de todos e só queria que todos soubessem que, de fato, Tommy foi baleado e morto ontem à noite na Texas Street, em Montgomery”, escreveu ela.

Christine disse ainda que acolhe as mensagens, mas está “sobrecarregada” por perguntas e pela necessidade de recontar o ocorrido: “Em uma data posterior, divulgarei mais informações para explicar tudo a todos”, acrescentou.

Na mesma publicação ela pediu aos apoiadores do negócio de seu marido, uma loja de suplementos alimentares, que permanecessem comprando com eles, pois ela daria sequência ao atendimento: “Pedimos que você fique conosco, pois este será nosso único meio de apoio para nosso filho e bebê. Precisamos do seu apoio agora mais do que nunca. Nós amamos vocês, a empresa se mudará para minha cidade natal de Biloxi, Mississippi. Os pedidos de fim de semana serão enviados na segunda-feira, como de costume”.

De acordo com o portal Daily Mail, Thomas Hand se tornou cristão em 2018 e desde então ele e sua esposa costumavam visitar bairros da periferia para compartilhar sua fé.

Alguns relatos indicam que isso era algo que eles faziam aos sábados: “Ele começou a ir à igreja, foi e foi salvo”, disse o amigo Luke Lemus. “Ele estudava a Bíblia dia após dia”.

Lemus acrescentou: “É uma grande tragédia, não apenas para sua esposa, mas também perdemos um amigo muito querido. O céu definitivamente ganhou um anjo. É egoísta pensar que gostaríamos de tê-lo de volta”.

Dias antes de ser assassinado, Thomas Hand usou o Facebook para publicar uma mensagem de aniversário e elogiou a esposa: “Mal posso esperar para conhecer nosso próximo bebê neste verão”, escreveu, de acordo com o portal Faith Wire.





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.