Louvor e dança em acampamento de jovens da Hillsong foram proibidos


O órgão responsável pelas diretrizes de saúde de um estado da Austrália proibiu a Igreja Hillsong de realizar momentos de louvor e dança em seus acampamentos de jovens.

A New South Wales Health, espécie de Secretaria da Saúde de Nova Gales do Sul (NSW), na Austrália, reagiram à repercussão de um vídeo gravado em um culto de um acampamento de jovens da Igreja Hillsong, proibindo a realização de momentos de louvor e dança.

O vídeo gerou polêmica pois incomodou muitos profissionais da música que têm estado impedidos de atuar em eventos ao vivo ou em bares. As cenas mostram centenas de jovens cantando e dançando durante uma atividade noturna no acampamento da igreja.

A repercussão levou um sindicato de músicos, chamado Thrillsong, a pedir que se as regras permitem que um evento com música ao vivo e dança pode ser realizado por uma igreja, que se aplique a todos, igualmente.

“A confusão para as pessoas que ganham a vida dentro da nossa indústria é: qual é a diferença entre cantar e dançar no críquete, na Hillsong, ou em um casamento, que são todos permitidos a partir de hoje?”, questionou o presidente do Australian Live Music Business Council, Stephen Wade.

O secretário de saúde de NSW, Brad Hazzard, concedeu uma entrevista coletiva e afirmou que o evento foi claramente uma violação do espírito e da intenção das ordens de saúde pública.

A polícia de NSW entrou em contato com a Igreja Hillsong, mas nenhuma multa foi emitida porque o evento foi considerado de baixo risco, segundo informações do portal Christian Today.

Diante da polêmica, na última sexta-feira, 14 de janeiro, a Igreja Hillsong fez um comunicado onde declarando que havia imediata e voluntariamente emitido uma instrução para interromper os momentos de louvor e dança no acampamento, que foi encerrado no último domingo, 16 de janeiro.

“É importante esclarecer que os atuais acampamentos de jovens que estamos realizando não são festivais de música. São eventos para [jovens com] idades de Ensino Médio que incluem atividades esportivas e jogos. São eventos sem álcool, realizados ao ar livre, e o número de alunos que frequentam cada acampamento é de pouco mais de 200”, diz o comunicado.

Ainda segundo a equipe de organização dos acampamentos, são adotados procedimentos rigorosos de segurança contra a covid- 19, antes e durante cada edição, o que inclui a presença de paramédicos profissionais no local 24 horas por dia com material que permita a realização de testes de infecção pelo novo coronavírus.

“No entanto, lamentamos dar qualquer percepção de que não estávamos fazendo nossa parte para manter o [estado de] Nova Gales do Sul seguro e sinceramente pedimos desculpas à comunidade em geral. Nosso coração é voltado às pessoas, e amar e cuidar de todas as pessoas estão no centro de nossa igreja”, finalizou o comunicado.

 

Assine o Canal





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.