Modelo pode ser condenada cadeia por posar nua em frente a igreja


Uma influenciadora de redes sociais e modelo poderá ser multada e presa por até um ano após posar nua em frente a uma igreja na Rússia.

Polina Murugina, 24 anos, foi presa e se juntou a uma série de outros influenciadores que enfrentam prisão por uma série de motivos previstos em lei no país governado a mão de ferro por Vladimir Putin.

A modelo, que tem o corpo todo tatuado, está sendo processada por “insultar os sentimentos religiosos dos crentes”, uma infração similar ao vilipêndio ao sentimento religioso previsto na legislação brasileira.

Se for condenada, ela poderá ser presa por até um ano e multada em um valor equivalente a R$ 22,3 mil, de acordo com informações do jornal britânico The Sun.

Polina posou nua em frente à Igreja de Intercessão da Bem-Aventurada Virgem Maria em Moscou. A foto, que foi tirada no verão passado, só recentemente foi denunciada à polícia.

Diante da repercussão do fato, a influenciadora encerrou sua conta no Instagram, onde a imagem foi publicada originalmente. Ela também pediu desculpas pela iniciativa após ter recebido ameaças de morte.

De acordo com a lei, a pena máxima para esse tipo de infração é de um ano de prisão. Aprovada em 2013, a legislação foi proposta após um show do grupo antigoverno Pussy Riot na catedral central de Moscou.





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.