mais igrejas se mobilizam para reconstruir cidades


Equipes do ministério de resposta a desastres da Convenção das Igrejas Batistas do Sul, nos Estados Unidos, estão mobilizadas para ajudar no trabalho de limpeza e reconstrução de cidades inteiras.

Os voluntários do Southern Baptist Disaster Relief, o ministério de resposta a desastres da convenção, estavam trabalhando nas fases iniciais de resgate e recuperação. As equipes são de estados como Kentucky, Carolina do Norte, Missouri e Texas.

A resposta ao pedido de ajuda feito pelo governador do Kentucky, Andy Beshear, é uma maneira de ajudar o estado a se recuperar o mais breve possível. Dados oficiais indicam que pelo menos 100 habitantes do Kentucky ainda estão desaparecidos enquanto os esforços de recuperação continuam.

Segundo a agência de notícias Baptist Press, os estados afetados foram Arkansas, Illinois, Kentucky, Ohio e Tennessee. Glenn Hickey é o comandante das equipes da convenção na cidade de Mayfield, e afirmou que a destruição é a pior causada por um tornado que ele já viu, estendendo-se por um raio de 240 quilômetros.

Hickey disse que equipes de ajuda humanitária estão fornecendo assistência com motosserras enquanto ajudam as pessoas a chegarem às suas casas e remover as árvores das casas: “Temos equipes indo e cobrindo onde há danos no telhado. Tentando proteger o que sobrou de nossas casas, se pudermos”, disse.

Ele acrescentou ainda que para muitos moradores de Mayfield, o conserto não é uma opção: “Muitas casas serão condenadas e terão que ser totalmente reconstruídas”, lamentou.

Um reboque de trator da Southern Baptist Send Relief levou material para reconstrução de telhados suficiente para 480 casas. Os capelães do ministério também estão nos locais mais atingidos, onde a perda material dos sobreviventes é grande.

Vande Slonecker está ajudando a liderar a equipe de capelães na avaliação da área e no primeiro contato com os moradores: “No momento, as pessoas estão tendo um choque de adrenalina. É muito difícil para eles entender o que estão vendo”, resumiu.

Nos próximos dias, a adrenalina vai passar e o choque vai se instalar, pois os moradores precisarão de ajuda para processar e compreender a devastação: “A realidade se estabelecerá e a dor virá. É nosso trabalho dizer: ‘Sim, você está passando por um momento muito difícil, mas Deus está aqui e nos enviou para estar aqui com você, segurando sua mão, ajudando-o da melhor maneira que pudermos’”, acrescentou Vande.

“O processo de reconstrução e o que está por vir para esta cidade é gigantesco em comparação com alguns dos lugares que estive”, finalizou Slonecker, que é uma capelã experiente, tendo trabalhado na resposta a desastres na Costa do Golfo, ao longo da costa leste dos Estados Unidos, e no Kentucky.

A Convenção Batista do Sul vem incentivando igrejas de todo o país a doar recursos financeiros para que o ministério de resposta a desastres possa aumentar a capacidade de ação neste episódio.





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.