Paulo Marcelo se junta a Lula e Anderson Silva critica: ‘Sem critério bíblico’


O pastor Paulo Marcelo, conhecido por suas pregações no Congresso dos Gideões e figura próxima a Marco Feliciano (Republicanos-SP), anunciou seu apoio à candidatura de Lula (PT) à presidência em 2022.

No Twitter, o candidato derrotado a vereador em São Paulo, publicou foto ao lado do ex-presidente Lula após uma reunião em que foi recebido como uma das lideranças evangélicas que atuarão na campanha de Lula no próximo ano.

“Reunião maravilhosa nessa tarde com o maior estadista da terra, @LulaOficial. Foi muito especial, projeto 2022”, escreveu ele na legenda da foto.

Lula vem atuando de maneira intensa para atrair o voto dos evangélicos na tentativa de derrotar o presidente Jair Bolsonaro (PL). A aproximação com o antigo pregador do Congresso dos Gideões é parte desse plano de reaproximação.

Em 2020, mesmo com o apoio do pastor Marco Feliciano à sua candidatura à Câmara Municipal de São Paulo pelo Podemos, Paulo Marcelo obteve apenas 4.486 votos e não foi eleito.

No Instagram, o pastor Anderson Silva fez dura crítica à decisão de Paulo Marcelo: “Quando você acha que não pode piorar! Senhor, perdoa esse pastor! […] Senhor, converte esse homem @lulaoficial. Somente um pastor sem o mínimo critério bíblico e filosófico pode continuar apoiando Lula”.

Seguidores de Paulo Marcelo também não pouparam críticas: “Depois de ver a Tammy se eleger a vereador com folga, o ex pastor e agora escravo da esquerda se rende de vez a canalhice que sempre esteve implícito no seu ser”, criticou um usuário do Twitter.

“Você tá querendo mídia”, escreveu outro seguidor de Paulo Marcelo. A percepção foi compartilhada por um terceiro: “Em qual delegacia? Narcóticos ou Furtos e Roubos?”, ironizou, fazendo alusão ao local da reunião com o ex-presidente e ao histórico de ambos de problemas com a Justiça.





Gospel Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.